quinta-feira, 1 de março de 2012

Como escolher ou montar sua bicicleta aro 29

29er scott schurter Como escolher ou montar sua bicicleta aro 29

Como bike fitter (conheça meus serviços de Bike Fit), muitas pessoas me perguntam quais são as considerações que se deve fazer ao comprar ou equipar uma bicicleta aro 29, por isso resolvi escrever esse post para tentar esclarecer alguns pontos do assunto.
Ao escolher uma bicicleta aro 20 sua abordagem deve ser diferente de uma bicicleta aro 26, pois na maioria das vezes você não poderá usar os mesmo componentes que usa em sua aro 26. Veja o porque abaixo.

  • Tamanho da mesa: Por causa das rodas maiores, é um desafio conseguir produzir quadros de 29er com um head tube pequeno. Com o Head tube maior a vrente da bicicleta fica mais alta, assim se você usar a mesma mesa que normalmente usa numa mountain bike aro 26 você ficará posicionado como tronco mais alto, o que muitas vezes desloca o peso corporal mais para a roda traseira o que pode prejudicar o conforto, a posição de pilotagem e até o controle da bicicleta. O indicado, nesse caso é que você use uma mesa com inclinação menor, ou em alguns casos com uma inclinação negativa.
  • Guidão: Pessoas que andam e competem em percursos de Cross Country (XC) normalmente preferem usar guidões retos nas bicicletas de aro 29, pois os guidões do tipo Raiser, deixam o ciclista posicionado muito alto sobre a bicicleta.  Outra coisa importante a se atentar é que rodads maiores produzem uma força giroscópica maior. Quanto maior o efeito giroscópico maior a tendência da roda se manter em pé, o que é bom em descidas rápidas, pois nos faz descer mais rápido e mais fácil, se comparado com uma bicicleta aro 26, mas dificulta um pouco nas curvas. Por causa disso, uma 29er é uma bicicleta que “dá um pouco mais de trabalho” para virar, por isso é recomendado o uso de guidões mais largos do que os usados em bicicletas aro 26, pois assim o ciclista tem mais alavanca e controle da bicicleta ao fazer curvas.
  • Reach: O reach é a medida entre a ponta do selim e o centro do guidão. Essa medida indica o tamanho do cockpit do ciclista. E essa medida não difere de uma bicicleta aro 26, ao arrumar nosso posicionamento em uma aro 29 devemos buscar uma medida semelhante (e não igual) ao que usamos em uma bicicleta aro 26. Outra coisa que se deve prestar muita atenção é ao desnível entre o selim e o guidão (Drop).
  • Peso das rodas: Rodas maiores tendem a ser mais pesadas, e isso sempre fez com que as aro 29 tivessem fama de bicicletas mais difíceis de acelerar. Porém a partir de 2011, começaram a surgir aros e pneus cada vez mais leve para as 29ers, o que aproximou o desempenho das aro 29 ao desempenho das suas irmãs de roda pequena. Caso você não tenha lido os Prós e os Contras das Bicicletas Aro 29, vale a pena ler para se interar mais do assunto. Com essa evolução as desvantagens das rodonas estão diminuindo e suas vantangens tem se sobressaído, vantagens como maior facilidade de manter a inércia, de passar sobre terreno irregular, melhor tração e melhor frenagem, o que faz das aro 29 bicicletas mais rápidas.
  • Peso da bicicleta: 29ers são mais pesadas que as 26ers, porém nem sempre esse peso extra se traduz em piora no desempenho, pelo contrário. As rodas maiores tem maior área de contato com o solo, em média a “pegada” das rodonas é 10% maior que as rodas aro 26, o que faz com que a roda tracione melhor. Em terrenos onde a tração é um problema como em trilhas com muitas pedras ou areia, as rodonas tracionam melhor o que faz com que seja mais fácil de vencer a subida sem ter que usar os músculos do braço e do abdome para ter que se equilibrar e conseguir manter a tração. Isso resulta em um menor esforço na subida, e portanto num melhor desempenho, mesmo a bicicleta sendo um pouco mais pesada em relação as 26ers. Você poderá entender mais do assunto em Mais uma Prova da Supremacia das 29ers.